Pages

terça-feira, 12 de julho de 2011

Esposa puta e tarada



Meu nome é Mariangela,42a., casada, morena, 1,64m.cabelos longos alisados,bunda e a buceta lisinha.Vou para o trabalho de onibus, uso terninho preto de uniforme.Bem , sou muito recatada, em casa, enquanto estou dando para o meu marido, elel fica me perguntando se eu apronto fora de casa.Digo para ele sempre que não, porque ele é muito ciumento.O onibus que pego está sempre cheio,mas fico louca de tesão pra ganhar uma relada gostosa na bunda.Desde adolescente que eu gosto disso.Ontem mesmo aconteceu e vim aquí correndo prá contar para vocês.Já estava dentro do ônibus, e aquele safado ficou me olhando e chegando mais prá perto.Quando o ônibus arrancava, ele encostava aquela picona dura na minha bunda.Muitas mulheres iguais a mim gostam.Não resiste e deixei ele ficar passando aquele caralho duro em mim.Resolvi fazer então uma surpresinha para ele.É um segredinho que vou contar só prá vocês.minha calça atrás é presa somente com carrapicho,estava sem calcinha e despistadamente, fui abrindo, exibindo meu cú prá ele.Meu coração batia forte, ele não aguentando começou a alisar meu cú. EuSentia tanto tesão que minha buceta escorria e meu cú ficou todo molhadinho.Ví aquele pau gostoso pelo volume da calça dele.Ele enfiava o dedo no meu cú e não aguentando foi encostando aquela picona em mim.Meu rosto ficou ruborizado.O ônibus estava lotado, mas vagou justamente o assento perto onde eu estava.Me sentei, do lado da janela tinha outro homem com uma pasta no colo.Não pensei duas vezes e fui logo procurando o cacete dele enquanto o outro ficou relando no meu braço.Procurei o ziper da calça dele por debaixo da pasta e tirei despistadamente o caralho dele prá fora.O outro por sua vez começou a roçar aquele pinto duro no meu rosto.ele viu que eu estava batendo punheta pro cara do lado e não exitou em abrir a calça dele também, parece loucura, mas me colocou prá mamar . Ele alí em pé , o onibus lotado e eu batendo punheta prá um e chupando o outro.Varias senhoras olhavam indignadas, mas eu não estava nem aí.Foi quando o cara da pasta, não aquentado meu pediu para chupa-lo também.Meia sem jeito, me virei e comecei a chupa-lo enquanto oferecia meu cu para o outro, estava doidinha prá ganhar no cuzinho, Ai, que loucura, estava dando meu cú alí naquele ônibus lotado enquanto mamava aquele caralho gostoso.As pessoas que estavam alí ficavam me chamando de piranha, prá procurar um motel.Já estava quase na hora de descer, então , tirei do meu cú e comecei a bater punheta para os dois até eles gozarem,o da pasta ficou com a calça toda molhada de porra e o outro,que estava em pé , deixei gozar na minha boca.Senti aquele gosto da picona dele, da porra e do meu cú.Desci exausta do ônibus, o fóda mesmo é que eu ainda tinha que dar para o meu amigo da minha sessão , pois havia prometido prá ele que ia dar minha bucetinha prá ele.Um beijo prá todos vocês, estava morrendo de saudades.
by:max_romano_br@hotmail.com

0 comentários:

Postar um comentário